O que é?

 

A Hipoterapia é uma modalidade terapêutica que utiliza o cavalo no âmbito de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas da saúde e da educação, com o objectivo do desenvolvimento biopsicossocial.

A forma como o corpo da criança/adulto interage com o animal contribui para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, consciencialização corporal, equilíbrio e posterior coordenação motora. A interação com o cavalo promove ainda a socialização, a auto-confiança e a auto-estima.

O cavalo-tipo deverá dotar os três tipos de andamentos regulares, nomeadamente o passo, o trote e o galope. O andamento de passo é o mais utilizado na primeira fase da intervenção pelas suas características de menor impacto, sobretudo ao nível vestibular e proprioceptivo, com o principal intuito de habituação ao animal. Posterior e gradualmente são utilizados outros andamentos. Assim, movimentos sequenciados e simultâneos, resultantes num padrão tridimensional, idênticos aos planos do movimento humano – frontal, sagital e transverso – em actividades motoras superiores como a marcha, fundamentam a singularidade desta valência.

 

A quem se destina?

 

De uma forma geral, listamos alguns exemplos de situações/patologias que podem usufruir desta terapêutica:

  • Atraso no desenvolvimento
  • Dificuldades de aprendizagem
  • Alterações do comportamento
  • Défice sensorial 
  • Défice cognitivo 
  • Paralisia Cerebral
  • Acidente Vascular Cerebral
  • Perturbações do Espectro Autista

 

Existem algumas contra-indicações para a concretização desta actividade como por exemplo Escoliose estrutural acima de 40º, Osteoporose e Osteogénese Imperfeita. Determinadas precauções devem ser aplicadas como em casos de hiperlordose e alergia ao pêlo do animal. Salienta-se que existem outras contra-indicações e precauções não mencionadas.

 

O que é necessário para implementar o método?

 

Para a prática de Hipoterapia são necessários os seguintes recursos:

  • Centro hípico: picadeiro, rampa de acesso e escada de madeira;
  • Equipamento do cavalo e eventuais adaptações;
  • Cavalo ideal: idade superior a 10 anos; altura ideal 1.5m; andamentos simétricos; dócil; sem alterações estruturais; familiarizado com o ambiente terapêutico.

 

Hipoterapia no CHS-CEI

 

Esta valência, efetuada quinzenalmente ao sábado durante a manhã, visa fundamentalmente generalizar as competências estimuladas de carácter intensivo e personalizado em contexto de sala/ginásio de re(habilitação).

 

Imagens referentes à actividade de Hipoterapia

 

Artigos de interesse:

Use of hippotherapy in gait training for hemiparetic post stroke


Voltar